Defensoria Pública e Corpo de Bombeiros realizam mais uma edição do “Natal das Crianças”, na comunidade Vicente Pinzón

Na manhã desta sexta-feira, 6, o pátio da unidade Mucuripe, da Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará ganhou um ar lúdico, festivo e colorido, com mais uma edição do “Natal das Crianças”, evento comemorativo que reuniu crianças da comunidade do Vicente Pinzón e de algumas ONG’s e projetos, como o Raízes da Terra e Associação Amigos em Missão (AMI) e projeto NaPaz. A programação, completamente gratuita, contou com diversas atividades recreativas paras as crianças, assim como as guloseimas e muita diversão.

Pula-pula, cama-elástica, brincadeiras, sorteios, passeio no carro dos bombeiros, entrega de brinquedos e até a presença do Papai Noel formam o combo perfeito que fez os olhos das crianças brilharem, um momento muito especial para todos que estiveram presentes neste momento realizado pela Defensoria Pública e o Corpo de Bombeiros, e diversos outros parceiros que possibilitaram este evento acontecer mais uma vez, como a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec), gabinete da vice-governadoria, Secretaria de Proteção Humana, Instituto Terre des Hommes, dentre outros.

O maior objetivo do evento, além da comemoração natalina, é estreitar cada vez mais os laços das instituições com a comunidade e agregar mais valor ao viés social, como explica a defensora pública, Michele Alencar. “O primeiro objetivo do evento é trazer a população para mais perto do Estado, dizer que tem dois órgãos do Estado aqui na comunidade que eles serão bem-vindos e acolhidos todas as vezes que vierem aqui e que esse espaço também é deles. Não estamos aqui somente para a acolhida diária do trabalho que é feito nos projetos de mediação, de processamento jurídico, atendimento psicológico, psicossocial, mas também para os momentos de lazer, momentos de agregar a comunidade, para estarmos juntos, de nos darmos as mãos.

A ação festiva contemplou as crianças durante toda a manhã. Logo cedo, três ônibus transportaram cerca de 70 crianças cada para a comemoração na defensoria. Em pouco tempo, o espaço ganhou a vibração e emoção dos pequenos e de seus pais por estarem participando de um momento de lazer tão bacana e simbólico como este, era possível perceber nos olhos de todos a alegria e satisfação de estar na hora e lugar certo. Maiara Melo, 30 anos, é um desses olhares de gratidão e felicidade. Ela conta que o filho Ezequiel, de 1 ano e 09 meses, já participou no ano passado e Sara, de 9 anos, já já foi para outras edições dessa comemoração que já conta com mais de 10 anos de realização. “É um evento maravilhoso, oportunidade para as crianças, pois muitas são carentes, os pais não têm condições, é muito bacana esse trabalho. É a primeira vez que eu venho e estou muito emocionada de compartilhar isso com os meus filhos”, relata Maiara.

O sentimento de gratidão é comum em todos as pessoas que estão envolvidas nesta celebração, como defende o tenente-coronel Barreto, do Corpo de Bombeiros. “Eu já participei em mais de dez edições desse momento e sempre é gratificante para todos. O objetivo maior é de poder agregar, de trazer essas crianças para dentro do corpo de bombeiros e da defensoria para que elas tenham um momento de lazer, de alegria, de confraternização, para ver realmente o espírito natalino, pois o evento tem essa simbologia, com direito ao Papai Noel, entrega de presentes, passeio no nosso carro etc”.

O tenente-coronel reitera a importância dos projetos da Defensoria e do Corpo de Bombeiros para a comunidade, para o fortalecimento das perspectivas sociais que os órgãos atuam. “Todos os dias as pessoas da comunidade vem procurar a gente nesse espaço, isso é muito importante, pois está dentro da comunidade, é feito para eles. São dois dois órgãos que trabalham para o povo. Temos que fortalecer mais esses momentos festivos e os projetos, como hidroginástica, futebol, flauta etc”.

Ana Cristina, 31, mãe de Ana Cecília, de 01 ano e Ana Clara, de 7 anos, também compartilha desse sentimento de alegria em ver os filhos de divertindo e sendo o que eles devem ser: crianças. “É um momento muito bom e importante, uma grande oportunidade para eles se divertirem, a gente agradece muito e que isso aconteça sempre”.

O evento fez a alegria das crianças, dos pais e dos profissionais envolvidos na realização, na disponibilidade para levar alegria e fazer esse momento de lazer e comemoração acontecer. Este é um dos principais eixos de se fazer justiça social e de construir um futuro melhor, como explica a defensora pública Michele Alencar. “Não se faz justiça social só com atendimento jurídico e encaminhamento de processo judicial, pois justiça social se distribui dando assistência social, cultura, lazer, educação, os cuidados e direitos básicos que todo ser humano precisa ter para ser feliz. Tentamos ter aqui uma visão macro, de inclusive trazer o lado lúdico de atuação social da defensoria pública e dos bombeiros para dentro da comunidade. São com essas sementes, sementes de paz e amor que a gente vai construindo um futuro melhor”.

 



Deixe uma resposta