Solenidade de entrega do III Prêmio ADPEC de Jornalismo reúne imprensa na sede da Defensoria Pública do Ceará

Na noite desta terça-feira, a Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Estado do Ceará realizou a solenidade de entrega do prêmio aos vencedores da terceira edição do Prêmio ADPEC de Jornalismo. A cerimônia reuniu a imprensa cearense, defensoras e defensores no auditório da Defensoria Pública do Ceará e reconheceu 16 matérias jornalísticas que destacaram, ao longo de 2019, o trabalho exercido por defensoras e defensores públicos no acesso à justiça para a parcela da sociedade mais vulnerável. “Este ano decidimos por trazer o Prêmio para a sede da Defensoria para que pudéssemos favorecer a participação de mais colegas defensores e defensoras na cerimônia, além de trazer a imprensa para uma aproximação cada vez maior com nossa instituição”, afirmou o presidente em exercício, Eliton Meneses.


A noite iniciou com a fala da Defensora Pública Geral do Estado que defendeu a importância de uma imprensa livre para a sustentação da democracia e do papel dos jornalistas para o registro da história no mundo. “Em tempos difíceis que estamos vivendo hoje, é fundamental uma imprensa livre para garantir a democracia, e quanto aos jornalistas, o que seria da história de Canudos sem Euclides da Cunha”, comentou Elisabeth Chagas. A diretora de comunicação da ADPEC, a defensora Andréa Benevides falou em nome da comissão julgadora e comentou da qualidade dos trabalhos. “Me emocionei muitas vezes me deparando com a qualidade e a história das matérias, foi difícil avaliar por conta do alto nível de qualidade dos inscritos, foi uma função difícil mais muito enriquecedora”, declarou Andréa.


Para dar início a cerimônia, o presidente em exercício, Eliton Meneses, ressaltou a importância do Prêmio no reconhecimento do ofício dos jornalistas na divulgação do trabalho exercido por defensoras e defensores públicos do estado no acesso à justiça. “Nós, da ADPEC, acreditamos que o Prêmio é um instrumento importante de reconhecimento dessa parceria entre as defensoras e defensores e a imprensa. Essa parceria beneficia muitas pessoas que precisam e não conhecem nosso trabalho, não sabem de seus direitos e, portanto, não acessam a justiça. Acreditem, quando a justiça chega para todos as discrepâncias sociais diminuem drasticamente, abrindo portas de oportunidades aos mais vulneráveis.”, afirmou Eliton.


O Prêmio soma um valor de R$34 mil reais em premiações divididas entre 1º, 2º e 3º lugar, nas categorias de jornalismo impresso, radiojornalismo, telejornalismo e webjornalismo. Além deles, desde a edição anterior, a ADPEC lançou o Prêmio Especial para matérias que divulgaram a Campanha Nacional da carreira e que serão premiados os primeiros colocados nas quatro categorias. Em 2019, a Campanha Nacional da carreira, intitulada “Em Defesa Delas: defensoras e defensores públicos pela garantia dos direitos das mulheres” teve o objetivo de apresentar à população o trabalho da Defensoria Pública em favor das mulheres que necessitam de acesso à Justiça para a garantia dos seus direitos.

Nesta 3ª edição, o Prêmio ADPEC de Jornalismo bateu mais um recorde de inscrições e recebeu 57 trabalhos que foram criteriosamente avaliados pelos jornalistas Salomão de Castro, presidente da Associação Cearense de Imprensa – ACI, Rita Silveira, diretora da ACI, Rafael Mesquita, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Ceará, Karyne Graziane, assessora de comunicação da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos, Bianca Filippsen, assessora de comunicação da Defensoria Pública Geral do Ceará, Ana Alice Nogueira, assessora de comunicação da ADPEC e da defensora pública Andréa Benevides, diretora de comunicação da ADPEC.

 

Confira abaixo os vencedores:

Categoria JORNALISMO IMPRESSO – TEMA LIVRE
1º lugar: Thiago Paiva (O Povo) – “Caminhos Estreitos: o drama de quem tenta deixar o mundo do crime”

ThiagoPaiva_OP_Facções

2º lugar: Thatiany Nascimento (Diário do Nordeste) – “Injustiça reparada: fim da afonia”

Thatiany_DN_PresoInocentado

3º lugar: Theyse Viana (Diário do Nordeste) – “Tinha teto e não tinha mais nada”

Theyse_Viana_DN_TinhaTeto

 

Categoria RADIOJORNALISMO – TEMA LIVRE
1º lugar: Germana Pinheiro (o Povo/CBN) – “Quando todos perdem: as dores visíveis e invisíveis da alienação parental”

http://radios.opovo.com.br/app/opovocbn/noticias/2019/11/08/opovocbn_interna,1256/quando-todos-perdem-as-dores-visiveis-e-invisiveis-da-alienacao-pare.shtml

2º lugar: Theyse Viana (Rádio Verdes Mares) – “Judicialização da Saúde”

https://m.soundcloud.com/user-364340803/judicializacao-da-saude-parte-i

https://m.soundcloud.com/user-103009148/judicializacao-da-saude-parte-ii

https://m.soundcloud.com/user-364340803/judicializacao-da-saude-parte-iii

3º lugar: Roberta Sousa (Rádio Dom Bosco) – “Vozes sobreviventes e a violência disfarçada de amor”.

https://radiodombosco.com/2019/11/29/fm-dom-bosco-exibe-serie-vozes-sobreviventes-e-a-violencia-disfarcada-de-amor/

 

Categoria TELEJORNALISMO – TEMA LIVRE
1º lugar: Aline Oliveira (TV Verdes Mares) – “Preso Inocente”

https://globoplay.globo.com/v/7817872/

2º lugar: Rita Brito Esteves (TV Fortaleza) – “Adoção: um laço de amor”

https://www.youtube.com/watch?v=lqTbiT9JbOo

3º lugar: Soraya Santos (tv Ceará) – “Escolha Amar”

https://www.youtube.com/watch?v=YV dBlmdyuFo&feature=youtu.be

 

Categoria WEBJORNALISMO – TEMA LIVRE
1º lugar: Wagner Mendes (Portal Sistema Verdes Mares) – “Direito à Defesa”

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/noticias/tag/O%20Direito%20%C3%A0%20Defesa

2º lugar: Angélica Feitosa (Grupo O Povo de Comunicação) – “75% dos municípios do Ceará não tem defensor público”

https://www.opovo.com.br/jornal/cidades/2019/07/08/75-5–dos-municipios-do-ceara-nao-tem-defensor-publico.html?fbclid=IwAR2rNTZYWhTFj04tdU5SCiRTSEoZak6nCj8ViqHCr3Uao1_8fZ6N70FMuzc

3º lugar: Bárbara Câmara (Portal do Sistema Verdes Mares) – “Canabidol pode ser decisivo para tratar doenças do sistema nervoso”

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/metro/canabidiol-pode-ser-decisivo-para-tratar-doencas-do-sistema-nervoso-1.2128662?fbclid=IwAR2_TPXC5ZNatPzWpnd14rtyH5dk9asLb_I46CmvE4gILlXYvbq5shHB8EE

 

 

Prêmio Especial
JORNALISMO IMPRESSO – TEMA CAMPANHA NACIONAL
1º lugar: Marcos Mesquita (Diário do Nordeste) – “Acolhimento pós violência”

Marcos_DN_RedeAcolhe

 

RADIOJORNALISMO – TEMA CAMPANHA NACIONAL
1º lugar: Carla Soraya (Jovem Pan News Fortaleza) – “Em defesa delas e elas em defesa de todos”

https://drive.google.com/file/d/1ConS1_vsm6uFdtt0Ya_uIavgatw3QE3g/view

 

TELEJORNALISMO – TEMA CAMPANHA NACIONAL
1º lugar: Mônica Silveira (TV Ceará) – “Liberdade: palavra feminina”

https://youtu.be/jjpDnQtKmTI

 

WEBJORNALISMO – TEMA CAMPANHA NACIONAL
1º lugar: Emanoela Campelo (Sistema Verdes Mares) – “Corpos Alienados: Ceará registra média de cinco crimes sexuais a cada dia”

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/ceara-registra-media-de-cinco-crimes-sexuais-a-cada-dia-1.2117285?fbclid=IwAR0cJOc3GV0FiQTEZfPNdwib6J3Mmhwyc4KIjvhs6Cek-NXBEw1rl0QUk9A



Deixe uma resposta