Nesta terça-feira, pela manhã, a ADPEC participou de uma audiência de conciliação sobre o procedimento de controle administrativo 0003894-28.2011.2.00.0000, que discute a reforma do Fórum Clóvis Beviláqua e o sistema de virtualização no Ceará. Estiveram presentes o presidente da ADPEC, Adriano Leitinho, o diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, José Krentel Ferreira, e o juiz Sílvio Luis, conselheiro do Conselho Nacional de Justiça.
O procedimento foi suspenso por 60 dias. O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará irá providenciar a entrega da quinta lâmina, no fórum, destinada à Defensoria Pública, bem como implantação de salas de reconhecimento e de conversa reservada e pessoal que serão utilizadas pelos defensores públicos com o réu, em todas as salas de audiências criminais.
 

Compartilhe