MSTA Associação do Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec ), representada por sua diretora Jurídica e de Prerrogativas, Elizabeth Chagas Sousa, se reuniu, nesta segunda-feira (7), com Geneide Sousa e Síntia Estrela, do Setor de Gênero do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), para tratar do encaminhamento do projeto “Autonomia da Mulher Agrária Já!”. Como deliberações, foram escolhidos os locais e previstas algumas datas indicativas, no primeiro semestre de 2014, para educação em direitos humanos da mulher nos acampamentos.

O projeto, desenhado em 2013, é parte do trabalho da Adpec junto aos movimentos sociais, demonstrando e enaltecendo o trabalho do Defensor Público como transformador social. “Ínsito no projeto a compreensão que litígios podem ser evitados pelo conhecimento empoderador e que acesso à justiça e à cidadania precisa entendimento de realidades e troca de experiências”, afirma Elizabeth Chagas.

No foco do projeto está o enfrentamento à violência contra a mulher do campo, bem como o empoderamento e empreendedorismo das mulheres nessa realidade. Para tanto, foram programadas palestras, oficinas, elaboração de estudos, materiais didáticos e pesquisas específicas à realidade do campo. No dia 31 de agosto do ano passado, a Adpec esteve na comunidade comuna-Irmã Teresa, na cidade de Quixeramobim, iniciando o ciclo de oficinas e palestras, tudo no sentido de demonstrar a importância do Defensor Público na sociedade como um canal para se exercer os direitos e a cidadania consciente.

Confira as datas indicativas e os acampamentos:

Dia 12 de abril – Ararendá- Acampamento Osieu.

Dia 3 de maio – Acampamento Irauçuba

Dia 26 de julho – Acampamentos Maceió e Malamba em Itapipoca

 

Compartilhe