O lançamento nacional da campanha "Crianças – e Adolescentes – Primeiro! Defensores Públicos pelos direitos da criança e do adolescente foi realizada ontem (12/5), no Centro de Atenção Integrada à Criança e do Adolescente Maria Felício Lopes, em Fortaleza. É a primeira ação da Semana do Defensor Público no Ceará, que conta com outras atividades programadas para marcar o Dia Nacional da Defensoria Pública (19 de maio).

Nesta primeira edição, cerca de 50 mil cartilhas serão distribuídas durante as atividades desenvolvidas pelas associações estaduais e Defensorias Públicas em escolas públicas, centros comunitários, centros de referência e assistência social e demais espaços públicos de apoio à crianças e adolescentes.

O evento contou com a participação de cerca de 300 alunos que receberam em primeira mão a publicação especial elaborada pelo caricaturista e escritor Ziraldo e a apresentação da Banda de Música CAIC Dunas, do Circo Escola Conjunto Palmeiras e do espetáculo "Os Bufões".

Diversas autoridades da esfera federal e local também participaram do lançamento. Entre elas, a Secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carmem Silveira; a Secretária da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará, Mariana Lobo; o Secretário de Reforma do Judiciário, Marcelo Vieira; a Presidente do Conselho Nacional dos Defensores Públicos Gerais e Defensora Pública Geral do Ceará, Francilene Gomes; e o Presidente da Associação dos Defensores Públicos do Ceará, Fábio Ivo.

A Campanha Crianças – e Adolescentes – Primeiro! Defensores Públicos pelos direitos da criança e do adolescente é uma parceria da Anadep com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado do Ceará, Conselho Nacional dos Defensores Públicos Gerais e Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça.

A iniciativa faz parte do Plano Nacional de Educação em Diretos, criado pela Anadep em 2009, e que visa democratizar as informações acerca dos serviços oferecidos pela Defensoria Pública e da função do Defensor Público, aliado a um trabalho de educação jurídica da população carente de recursos e de conhecimentos acerca de seus direitos e deveres perante a sociedade.

Compartilhe