Eliane5Dando continuidade às conversas com todos os candidatos ao Governo do Ceará, a Diretoria da Associação dos Defensores Públicos no Estado do Ceará (Adpec) recepcionou, na sede da entidade, na manhã desta quinta-feira (25), a candidata Eliane Novais (PSB). Ela foi a terceira a receber o estudo “Diretrizes para efetivação dos pleitos da classe”.

A presidente da Adpec, Sanra Sá, apresentou o estudo, que detalha as demandas da categoria, bem como a origem dos recursos para efetivá-las, de forma gradativa, no período de mandato do próximo governador. Também participaram do encontro as diretoras Aline Pinho (Comunicação Social), Elizabeth Chagas (Jurídica e de Prerrogativas) e Sandra Dond (Parlamentar).

De acordo com Eliane Novais, sua intenção, como candidata ao Governo do Estado e como deputada é adequar o orçamento da Defensoria Pública, ampliando sua atuação para todo o interior e valorizando a carreira dos defensores públicos. “Temos a Defensoria como a essência para defender aqueles mais necessitados e nos entristecemos em saber que a Defensoria não está em todo o Estado do Ceará, e isso fragiliza a questão social dessas pessoas”, disse.

Para a candidata, “é uma responsabilidade de qualquer governador ou governadora que seja eleito agora tirar a defensoria dessa autonomia que de fato ainda está presa a este orçamento fragilizado”. “Fica o nosso compromisso aqui de, gradativamente, restabelecer o orçamento da Defensoria Pública”, afirmou.

Eliane Novais ressaltou que a Defensoria, “paulatinamente, tem perdido excelentes quadros por conta da questão salarial”. Reiterou que, como servidora pública, por meio de seu mandato de deputada estadual, está sempre à frente do reconhecimento e da valorização dos servidores públicos.Eliane6

“Então, fica o nosso compromisso também de valorizar os defensores públicos. A nossa intenção é estabelecer gradativamente que os defensores públicos cheguem ao interior do estado, valorizar a carreira de defensor e a questão orçamentária que é a partir daí que nós vamos dar a verdadeira autonomia para a Defensoria Pública do Estado do Ceará”, disse.

Compartilhe