Cerca de mil idosos devem participar do lançamento da campanha "Defensor Público amigo do idoso", que está sendo realizada pela Associação Nacional de Defensores Públicos, em parceria com as associações de defensores públicos estaduais, com o objetivo de orientar a terceira idade sobre seus direitos. No dia do lançamento da campanha, 1º de outubro, será distribuída uma cartilha de 52 páginas com o direito dos idosos de uma maneira simples e sem juridiquês, e uma série de palestras e atendimentos em várias capitais brasileiras. A cartilha traz informações sobre a saúde do idoso, direito do consumidor, previdência e assistência social, violência contra o idoso, além de informações sobre a Defensoria Pública. A meta é beneficiar, só no Ceará, mais de 4 mil pessoas com a campanha. No Brasil, a campanha quer beneficiar mais de 80 mil pessoas com atendimento e orientação jurídica à população. O carro chefe da campanha é o superendividamento, mas ela também irá discutir outros direitos dos idosos, como o processo de interdição, o idoso e o direito do consumidor, o direito à saúde na terceira idade, dentre outros, já que a maioria das pessoas da terceira idade desconhece esses direitos.
A campanha dos defensores públicos irá envolver principalmente os estados de Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Piauí, Rio de Janeiro e Roraima. No Ceará, o lançamento da campanha será no Parque do Cocó, no dia 1º de outubro, das 8h às 12h, com atividades culturais, como dança de salão, apresentação de banda artística formada por idosos, atendimento jurídico e de saúde, palestras jurídicas e médicas, dentre outras ações. Em seguida, será desenvolvida uma série de atividades no interior do Estado ao longo do ano.

No dia 1º de outubro, o Estatuto do Idoso completa seis anos. Aprovado em setembro de 2003 e sancionado pelo presidente Lula, o documento assegura à população idosa direitos e garantias e institui penas severas para quem desrespeita ou abandona o cidadão da terceira idade.De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), para os países em desenvolvimento deve ser considerada população idosa aquela a partir dos 60 anos de idade. O Brasil conta hoje com aproximadamente 15 milhões de pessoas nessa faixa etária. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, indica que a população brasileira está ficando mais velha. Em todo o país, a proporção de brasileiros com 60 anos ou mais subiu de 10,5%, em 2007, para 11,1% da população em 2008.

Campanha Defensor Amigo do Idoso – Programação no Ceará

1/10/2009,lançamento no Parque do Cocó
8h Abertura com apresentação de banda de música de idosos “De Bem com a Vida” do conjunto Santa Terezinha
8h 15min – Solenidade de abertura
8h30min – Palestra sobre o conteúdo da cartilha

9h – Apresentação Do Grupo de capoeira de idosos do conjunto Santa Terezinha
9h15min – Dinâmica com Carlinhos Araújo
9h45min – Café da manha
10h às 12h – Atendimento e orientação jurídica e atendimento de saúde

 

Compartilhe