A Defensoria Pública na comarca de Santa Quitéria, na pessoa do Defensor Público Valdecy Braga, reuniu-se com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável do Semi-arido – CACTUS, no último dia 16 de abril, para ouvir e tentar encontrar uma solução para alguns problemas jurídicos que afetam os assentados. A próxima reunião do defensor com representantes da CACTUS será no dia 26 de maio.
O objetivo deste encontro é passar aos assentados alguns de seus direitos básicos e em que sentido a Defensoria Pública poderá ajudar na resolução de vários entraves jurídicos que os acometem. Participaram dessa reunião profissionais e representantes dos assentamentos.
A Defensoria Pública teve a oportunidade de conhecer de perto a situação dos assentamentos e a carência desse povo, que totalizam somente na região de Santa Quitéria um total de 19 assentamentos , sendo 843 famílias, tendo problemas de diversas formas, como a falta de informação jurídica, a questão de financiamentos de natureza rural, como também vários problemas fundiários, e soluções objetivas no sentido de facilitar o acesso dos assentados à Defensoria Pública, levando em consideração à dificuldade em se chegar até a sede da cidade. Segundo as partes envolvidas, o encontro teve uma avaliação bastante positiva, pois foram tirados vários encaminhamentos para se trabalhar mais a fundo a questão dos direitos básicos dos assentados.

 

Compartilhe