Hoje, a partir das 16 horas, a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará-Adpec promoverá uma Assembleia Geral Extraordinária para decidir se a categoria paralisará as suas atividades por 24 horas. A ação tem como objetivo fazer com que o governo do Estado atenda às reivindicações dos defensores públicos, que já são antigas, e envolvem desde a adequação constitucional salarial e a reestruturação da categoria, fazendo com que os defensores se adéquem à nova organização judicial do Estado, até a convocação dos concursados e a realização de novos concursos. A reunião acontecerá no auditório do Complexo São Mateus – Torre Saúde.

“Estes pleitos da categoria estão sendo levados há algum tempo para o governo sem que, no entanto, tenhamos uma resposta. Já estivemos, por exemplo, na Secretaria de Planejamento e Gestão apresentando as reivindicações, mas não tivemos retorno. Já criamos, inclusive, uma Comissão de Mobilização e Negociação para facilitar o diálogo”, explica o presidente da Adpec, Adriano Leitinho.

Ele diz ainda que em função do não atendimento aos pleitos da categoria, a defensoria pública vem sofrendo com a evasão dos profissionais que procuram outras atividades. “Muitos colegas, sem o estímulo da profissão, estão mudando de carreira, seja através da aprovação em concursos para a magistratura ou ministério público, por exemplo, ou até mesmo para outras defensorias públicas do país, que já se encontram equiparadas em termos salariais às demais carreiras do sistema de justiça”, afirma.

Serviço:
A AGE será no Centro de Convenção do Complexo São Mateus – Torre Saúde, Lobby, na Av. Santos Dumont, 5633, Papicu

 

Compartilhe