NADIJ
Da esquerda para direita: Ana Paula (técnica do NADIJ), Ossiane (secretária do NADIJ), Julliana (defensora pública) e Simone (coordenadora da entidade)

Todas as semanas, os defensores do NADIJ – Núcleo de Atendimento da Defensoria Pública a Infância e Juventude e da Vara da Infância e juventude visitam abrigos de Fortaleza. O trabalho é feito de uma forma sistemática, em diversas entidades de acolhimento de crianças e adolescentes.
Essa ação surgiu a partir da criação da Lei 12.010/09, quando os defensores públicos atuantes no NADIJ e os das Varas da Infância e Juventude passaram a exercer a curadoria especial de crianças e adolescentes acolhidas institucionalmente.

As visitas têm como objetivo acompanhar as demandas referentes às pessoas acolhidas por essas instituições e verificar, também, os procedimentos administrativos destes locais.

Em cada visita, os defensores acompanham o acolhimento das crianças e adolescentes nos abrigos e promovem o direito à convivência familiar, como resultado deste trabalho, surgiu o SACADA – Sistema de Acompanhamento de Crianças e Adolescentes Acolhidos, que permite aos defensores acompanhar o histórico individual de cada criança e adolescente acolhido, possibilitando o levantamento de dados inéditos que auxiliam o sistema de justiça e entidades de acolhimento.

Compartilhe