A Assessoria de Comunicação da Defensoria Pública do Rio de Janeiro e da Associação dos Defensores Públicos do Ceará (ADPEC) são finalistas em cinco categorias do VII Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça, a mais importante premiação do segmento. Concorrem projetos desenvolvidos pelas assessorias de comunicação do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensorias Públicas e outras entidades ligadas à Justiça.

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro, sob a coordenação do jornalista Paulo Ferreira, está concorrendo na categoria “Projeto Institucional”, com a Campanha Cidadania Eu Defendo! e tem como concorrentes os projetos da Procuradoria Geral da República e do Tribunal Regional do Trabalho (23ª Região).

Coordenada pela jornalista Andrea Melo, a Assessoria da Associação dos Defensores Públicos disputará o primeiro lugar em quatro categorias e terá como concorrentes: Conteúdo Web (Associação Nacional dos Servidores da Justiça do Trabalho, Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul e Supremo Tribunal Federal), Jornal (Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas e Superior Tribunal de Justiça), Publicação Especial (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, Supremo Tribunal Federal e Ministério Público de Pernambuco) e Vídeo Institucional (Supremo Tribunal Federal e Procuradoria Geral da República).

Os vencedores serão anunciados no dia 04 de setembro durante o Congresso Brasileiro dos Assessores de Comunicação da Justiça (Conbrascom 2009), que será realizado em São Luis, Maranhão.

Lançado em 2003, o Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça conta atualmente com o patrocínio Souza Cruz e da mineradora Vale do Rio Doce e é uma iniciativa do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça, que visa contribuir para o aperfeiçoamento dos produtos e serviços das assessorias de comunicação a partir do destaque de experiências bem sucedidas na área.

 

Fonte: Associação de Defensores do Rio de Janeiro, 17/08/2009

Compartilhe