Cerca de 250 defensores públicos de todo o País devem participar do I Encontro de Defensores Públicos do Nordeste, que será realizado nos dias 27 e 28 de novembro, no hotel Praiano, em Fortaleza. O evento, que tem como tema "A Integração dos Defensores Públicos para Fortalecer o Acesso à Justiça no Nordeste", irá reunir defensorias e associações de defensores públicos não só do Nordeste, mas de todo o País, sempre visando fortalecer as Defensorias e os Defensores Públicos.
Na quinta, dia 27, será realizada Assembléia Geral da Associação Nacional dos Defensores Públicos e a reunião do Conselho dos Corregedores Gerais de todo o Brasil, o que demonstra que o evento tomou proporções nacionais. Haverá, ainda, a reunião com os defensores públicos que atuam na infância em todo o País e a II Reunião Nacional sobre Ouvidorias de Defensorias Públicas. A Conferência de abertura tem como tema “A Defensoria Pública e a efetivação do princípio da Igualdade". Às 19h15min, haverá a palestra sobre a Defensoria e o STF, com a defensora pública e coordenadora do Núcleo da Defensoria Pública com atuação nos Tribunais Superiores, Daniela Soremberg, de São Paulo.
No dia 28, serão realizadas duas palestras e duas mesas redondas. A primeira palestra será proferida pelo Defensor Público do Estado de São Paulo, Renato De Vitto, e pelo presidente da Anadep, Fernando Calmon, com o tema “Realidade e Perspectiva da Defensoria Pública”. A palestra de encerramento do dia será proferida pelo defensor público Roberto Freitas Filho, com o tema “Defensoria Pública e a questão da segurança: indispensável conexão”. Nas duas mesas redondas, serão discutidas experiências exitosas da Defensoria Pública e também a necessidade da criação de um novo paradigma de acesso à justiça, esta última presidida pelo defensor público André de Castro. No sábado, dia 29, será aprovada a Carta Nordeste, que tem como objetivo traçar diretrizes e rumos para a Defensoria nos próximos anos.
De acordo com a presidente da ADPEC, Mariana Albuquerque, o Encontro é de fundamental importância para fortalecer a Defensoria e o defensor público de uma maneira articulada, pois como as políticas de governo nordestinas têm sido integradas, sempre levando em consideração a situação das Defensorias Públicas no Nordeste, é importante que a Instituição esteja devidamente estruturada e os defensores valorizados em toda a região “Com o Encontro de Defensores Públicos, queremos aprimorar o atendimento nas Defensorias Públicas, o que permitirá à Instituição prestar um serviço de qualidade de uma maneira uniformizada em todo o Nordeste”, informa.

 

 

Compartilhe