O projeto Reconstruindo a Liberdade, da Defensoria Pública do Ceará, recebeu menção honrosa do prêmio Innovare, uma das mais tradicionais premiações na área jurídica do País. O tema da sexta edição do evento foi “Justiça rápida e eficaz”, em comemoração aos 60 anos da Declaração dos Direitos Humanos.
Os critérios para a seleção das práticas premiadas foram: eficiência, celeridade, qualidade, criatividade, exportabilidade, satisfação do usuário, alcance social e desburocratização. Entre as novidades desta edição, está a ampliação dos parceiros institucionais, aumentando o alcance e a diversidade das práticas identificadas pelo Prêmio Innovare. Além do Ministério da Justiça, da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), da Associação dos Juízes Federais (Ajufe) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Innovare contou com a participação da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e das Organizações Globo.

 

Compartilhe