A Defensoria Pública, representada pelo Defensor Público de Santa Quitéria, Valdecy Braga, e o Ministério Público, representado pelos Promotores de Justiça da comarca, Ronald Fontenele e Elton Leal, estiveram reunidos esta manhã com o Comandante Geral da Polícia Militar do Ceará, o Cel Willians em seu gabinete, em Fortaleza, trazendo uma pauta de reivindicações para aumentar a Segurança Pública de Santa Quitéria.

A reunião com a Defensoria Pública e com o Ministério Público foi motivada pelo súbito acréscimo da criminalidade em Santa Quitéria, sobretudo assaltos, homicídios e disputas de gangues rivais em plena praça Pública. Devido à falta de policiamento, os moradores de Santa Quitéria vêm  realizando sucessivas manifestações públicas, a fim de chamar a atenção das autoridades responsáveis para o grave problema.

“Fomos muito bem recebidos pelo comandante, estivemos reunidos com ele por uma hora e meia, onde colocamos toda a situação grave que assola a cidade de Santa Quitéria. O comandante tornou-se bastante sensível com a grave situação, inclusive já tendo conhecimento de alguns fatos relevantes que aconteceram na cidade”, informou o Defensor Público Valdecy Braga. Antes disso, os representantes estiveram reunidos com o comandante do 4º Batalhão quinta feira passada, onde se fizeram presentes o Poder Judiciário,
o Ministério Público e a Defensoria Pública, no intuito de agilizar uma solução emergencial.

De acordo com o Defensor, o Comandante Geral, já nomeou um comandante operacional para Santa Quitéria, e o aumento do efetivo assim que for finalizado o concurso, previsto agora para o mês de junho. Prometeu também a melhora de outros serviços como o 190 , para que fique inteiramente à
disposição da população quando precisar. Na oportunidade, eles conversaram com o comandante do CPRV, em que já foram deslocados policiais com motocicletas para percorrerem as rodovias que dão acesso à Santa Quitéria, para combater um grande número de assaltos existentes naquelas rodovias
 

Compartilhe