No dia 26 de setembro, a ADPEC irá promover um curso de capacitação em educação jurídica para profissionais que lidam com idoso no Ceará. Oferecido por um grupo de defensores públicos, o curso será realizado das 8h às 12h, na Casa José de Alencar. O público-alvo principal são profissionais de diversas áreas que lidam com idosos, como assistentes sociais, diretores de entidades, terapeutas ocupacionais, médicos, dentre outros.A interlocução entre Defensores Públicos e estes profissionais inclui, na segunda parte do curso, um convite para que estes profissionais exponham a rede de proteção disponível para o idoso, para que conste em um documento redigido pelos participantes e repassado a todos os Defensores Públicos para conhecimento e reprodução junto aos grupos de idosos visitados. O curso é gratuito, mas terá vagas limitadas. Informações e inscrições: secretaria@adpec.org.br / (85) 32682988.
O treinamento faz parte da campanha "Defensor Público amigo do idoso", que está sendo realizada pela Associação Nacional de Defensores Públicos, em parceria com as associações de defensores públicos estaduais com o objetivo de orientar a terceira idade sobre seus direitos. No Ceará, o lançamento da campanha será no dia 1º de outubro, no Parque do Cocó, das 8h às 12h, com atividades culturais, como dança de salão, apresentação de banda artística formada por idosos, de capoeira, atendimento jurídico e de saúde, palestras jurídicas e médicas, dentre outras ações.
No dia do lançamento da campanha, será lançada de uma cartilha de 52 páginas com o direito dos idosos de uma maneira simples e sem juridiquês, e uma série de palestras e atendimentos na capital e no interior do estado ao longo do ano. A cartilha traz informações sobre a saúde do idoso, direito do consumidor, previdência e assistência social, a violência contra o idoso, além de informações sobre a Defensoria Pública. A meta é beneficiar, só no Ceará, mais de 4 mil pessoas com a campanha. No Brasil, a campanha quer beneficiar mais de 80 mil pessoas com atendimento e orientação jurídica à população. O carro chefe da campanha é o superendividamento, mas ela também irá discutir outros direitos dos idosos, como o processo de interdição, o idoso e o direito do consumidor, o direito à saúde na terceira idade, dentre outros, já que a maioria das pessoas da terceira idade desconhece esses direitos. 

Compartilhe