“Vim buscar orientação e conseguir reconhecer a paternidade do meu filho. Numa situação assim, que envolve a família e deixa a gente angustiada, é importante saber que podemos contar com os defensores”. O comentário é da dona de casa A.M, de 28 anos. Ela foi uma das cerca de 120 pessoas atendidas no mutirão de defensores públicos realizado na manhã desta quarta-feira, 4, na Praça de Cuba, em Sobral. A iniciativa é da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec). E embora a ação tivesse como foco a paternidade consciente e a realização de ações judiciais para fornecimento de medicamentos de alto custo, a população também pôde ser atendida em suas outras demandas.

De acordo com a presidente da Adpec, Sandra Moura de Sá, o papel do defensor público “é defender o direito do cidadão, transformando a causa de um no benefício de todos”. Ela destaca ainda que os benefícios do mutirão caracterizam-se uma via de mão dupla, pois ao mesmo tempo que a população se aproxima mais do defensor, o profissional também tem a oportunidade de conhecer ainda melhor a necessidade do seu público. Que o diga a defensora sobralense e coordenadora local da Adpec, Emanuela Leite. “Essas ações são fundamentais na promoção da importância do papel do defensor público. Aproveito para parabenizar meus colegas pelo engajamento. O sentido de positividade foi geral”, concluiu.

Em tempo: O próximo mutirão ocorrerá em Juazeiro do Norte, no dia 23 de outubro. Em breve, mais informações.

Compartilhe

“Vim buscar orientação e conseguir reconhecer a paternidade do meu filho. Numa situação assim, que envolve a família e deixa a gente angustiada, é importante saber que podemos contar com os defensores”. O comentário é da dona de casa A.M, de 28 anos. Ela foi uma das cerca de 120 pessoas atendidas no mutirão de defensores públicos realizado na manhã desta quarta-feira, 4, na Praça de Cuba, em Sobral. A iniciativa é da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec). E embora a ação tivesse como foco a paternidade consciente e a realização de ações judiciais para fornecimento de medicamentos de alto custo, a população também pôde ser atendida em suas outras demandas.

De acordo com a presidente da Adpec, Sandra Moura de Sá, o papel do defensor público “é defender o direito do cidadão, transformando a causa de um no benefício de todos”. Ela destaca ainda que os benefícios do mutirão caracterizam-se uma via de mão dupla, pois ao mesmo tempo que a população se aproxima mais do defensor, o profissional também tem a oportunidade de conhecer ainda melhor a necessidade do seu público. Que o diga a defensora sobralense e coordenadora local da Adpec, Emanuela Leite. “Essas ações são fundamentais na promoção da importância do papel do defensor público. Aproveito para parabenizar meus colegas pelo engajamento. O sentido de positividade foi geral”, concluiu.

Em tempo: O próximo mutirão ocorrerá em Juazeiro do Norte, no dia 23 de outubro. Em breve, mais informações. 

 

Compartilhe