A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia Legislativa realiza audiência pública, nesta quarta-feira (22/05), para discutir sobre a valorização do defensor público. Atendendo a requerimento da deputada Eliane Novais (PSB), o evento acontece no Complexo de Comissões Técnicas da Casa, a partir das 14h30.

Segundo a parlamentar, o pedido para a realização do debate partiu da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec) e terá, como principal tema abordado, “O Defensor Público pelo direito de recomeçar”.

Estão convidados para participar da audiência os senadores Inácio Arruda (PCdoB/CE), Eunício Oliveira (PMDB/CE) e José Pimentel (PT/CE); os secretários da Casa Civil, da Fazenda, de Planejamento e Gestão e do Governo do Estado, Arialdo Pinho, Mauro Benevides e Eduardo Diogo, respectivamente; o representante da Superintendência da Polícia Civil, Luiz Carlos de Araújo Dantas, entre outras autoridades.
RG/JU

Portal de notícias da Assembleia Legislativa do Ceará: http://www.al.ce.gov.br/index.php/destaques-do-site/item/16726-21-05-2013-rg01
 

Compartilhe

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia Legislativa realiza audiência pública, nesta quarta-feira (22/05), para discutir sobre a valorização do defensor público. Atendendo a requerimento da deputada Eliane Novais (PSB), o evento acontece no Complexo de Comissões Técnicas da Casa, a partir das 14h30.

Segundo a parlamentar, o pedido para a realização do debate partiu da Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec) e terá, como principal tema abordado, “O Defensor Público pelo direito de recomeçar”.

Estão convidados para participar da audiência os senadores Inácio Arruda (PCdoB/CE), Eunício Oliveira (PMDB/CE) e José Pimentel (PT/CE); os secretários da Casa Civil, da Fazenda, de Planejamento e Gestão e do Governo do Estado, Arialdo Pinho, Mauro Benevides e Eduardo Diogo, respectivamente; o representante da Superintendência da Polícia Civil, Luiz Carlos de Araújo Dantas, entre outras autoridades.
RG/JU

Compartilhe