Através da Justiça, o defensor público Alberto de Araujo Cavalcanti, da Comarca de Lavras da Mangabeira, conseguiu a nomeação de dez pessoas aprovadas no último concurso público realizado pelo município local no ano de 2005. O Juiz Antonio Teixeira de Sousa, atendendo ao pedido do membro da Defensoria Pública, concedeu a antecipaçao de tutela em todos os pedidos pleiteados. Determinando ainda, multa moratória e diária em caso de nao cumprimento da decisão. A Representante do Ministério Público Giovana Melo deu parecer favorável ao pedido da Defensoria Pública. A sentença foi prolatada no dia 30 de Abril de 2010.

Compartilhe