Defensores Públicos do Ceará participam do XIII Conadep em Florianópolis

Nos últimos dias 15, 16 e 17 de novembro, cerca de 40 defensores públicos do Ceará participaram do XIII Congresso Nacional dos Defensores Públicos, que foi realizado em Florianópolis, Santa Catarina. iniciou na quarta, 15, em Florianópolis. Durante o evento foi discutido o tema “Defensoria Pública: em defesa das pessoas em situação de vulnerabilidade” e reuniu cerca de 800 defensores públicos de todo o país. O Congresso foi uma realização da Anadep, em parceria com a Adepesc. O próximo Conadep será realizado em 2019 no Rio de Janeiro.

Na manhã do primeiro dia de congresso, os defensores Delano Benevides e Aldemar Monteiro, diretores da Adpec, participaram da Assembleia Geral Extraordinária onde foi escolhido a sede do próximo Conadep, além do tema da campanha de 2018 que será “Sub Registros” e será trabalhada por todas as Associações. No período da tarde foi realizada a reunião das assessorias de comunicação das Associações e Defensorias Púbicas. No início da reunião a Anadep declarou o reconhecimento ao I Prêmio Adpec de Jornalismo, onde orientou que as outras associações seguissem o exemplo do Ceará para o fortalecimento e divulgação do trabalho defensorial realizado em cada estado, se colocando à disposição para possíveis parcerias.

Outra programação que contou com a participação do Ceará foi o painel “Defensoria Pública na perspectiva de gênero” que teve a defensora Jeritza Lopes na relatoria e contou com a palestra de Carolina Ferracini, formada em direito pela Universidade Estadual de Londrina e Doutora em Sociologia do Direito pela Universidade de Milão.

Um dos destaques da programação foram os lançamentos literários e dentre eles o defensor Bheron Rocha, que já tinha outros títulos em exposição no evento, também lançou o título “Legitimação da Defensoria Pública para ajuizar ação civil pública tendo por objeto direitos transindividuais”. Bheron também coordenou o painel de debates “Escrevendo a Defensoria” com o tema “Vulnerabilidade e Legitimidade”.

O encerramento do XIII Conadep contou com a palestra “Política Criminal por meio do Direito Penal: uma crítica criminológica” ministrado pelo advogado criminalista e professor de Criminologia e Direito Penal da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, Mauricio Dieter. Realizado a cada dois anos, o Congresso é o maior evento da Defensoria Pública brasileira. Compuseram a mesa de encerramento, o presidente da ANADEP, Antonio Maffezoli; a vice-presidente da ANADEP, Thaísa Oliveira; o presidente da ADEPESC, Edison Schmit.



Deixe uma resposta